Newsletter:     Formato:      
Manuel Figueira Guimarães

Manuel Figueira Guimarães

Nascido a 14 de Outubro de 1928, na freguesia de Santo Ildefonso, num seio familiar de classe média alta e conservadora, cedo se sentiu sob influência de uma força, que secretamente lhe punha a mão, carinhosa, protectora e estimulante, acompanhando-o nas suas aventuras de criança, desenvolvendo-lhe uma autoconfiança que o transportou às lides fantásticas da adolescência, que ainda imberbe, o puseram em contacto com o sexo oposto sob a forma que a vida das ruas então oferecia.
Sempre frequentador dos ambientes populares, nutriu-se da sua espontaneidade em todas as vertentes em que se exprimia o povo que observava, sem nunca desprezar o enriquecimento da inteligência pela subtileza do sentir, desenvolvendo-lhe a facilidade dos relacionamentos de amizade dentro e fora da vida profissional, fortemente marcada pelo cumprimento de funções nos serviços externos da Segurança Social. Esta faculdade permitiu-lhe tomar contacto com vastos caracteres pessoais que lhe foram passando pela vida fora, retribuindo com estima o seu carinho.
Aos 16 anos inicia-se na expressão escrita da sua poesia, sucedendo-se um trajecto com largas intermitências para a partir da meia-idade sentir novamente a necessidade de responder ao apelo do seu interior para voltar a escrever poesia com mais regularidade.
Possui uma grande admiração por Bocage e Guerra Junqueiro.

Comentários

Livros publicados

  • Poesia a alma dos sonhos
  • Poesia ecos do silêncio
Autores
Força Tomás
Força Tomás
13.00€
10.00€